Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

População idosa reivindica posto da SPTrans em Ermelino Matarazzo




Desde 2013, o ex-conselheiro do grande 'Conselho Municipal do Idoso' Olavo Soares, 72, luta para conquistar o serviço do Bilhete Único Especial no bairro de Ermelino Matarazzo, cujo distrito de mesmo nome está situado na zona leste da cidade de São Paulo. Atualmente, ele compõe o Fórum do Idoso da região.

O 32xSP teve acesso a todos os documentos que revelam anos de persistência de solicitações encaminhados à subprefeitura, atual prefeitura regional, e também à SPTrans. O processo teve início, quando Soares se candidatou para o cargo de conselheiro gestor e ouviu diversas reclamações de moradores (mais velhos que ele), sobre a necessidade do serviço para a população idosa.

A moradora do bairro, Izabel Correa, 80, que possui dificuldade ao andar e faz uso de bengala, relata que, por mais que haja uma base [da SPTRans] na região da zona leste e não propriamente no bairro, é complicada a locomoção. "Muitas vezes complica para nós, que dependemos de outras pessoas para nos levar. Além disso, o posto mais indicado para a gente é o da Penha, porém a distância do terminal para o posto é longa e complicada".

Na zona leste as bases de atendimentos ficam nas prefeituras regionais da Penha e de São Miguel Paulista, locais não estratégicos, segundo os moradores, pois ficam distante das principais vias de circulação de ônibus, que são a avenida São Miguel e a rua Amador Bueno da Veiga.

A primeira resposta enviada ao líder comunitário pelos órgãos responsáveis pelo transporte da cidade, em 2013, foi de que a SPTrans mantém 26 postos de atendimento aos passageiros especiais da categoria idoso. E que a instalação não seria possível, pois faz se necessário, no mínimo a obtenção de alguns recursos e providências que estão ligados à infra-estrutura.

No ano passado, Olavo encaminhou mais uma vez o requerimento e obteve uma resposta diferente, porém até o momento nada foi cumprido. Ela diz que a SPTrans está no aguardo da confirmação do local para dar continuidade ao processo de instalação.

Em nota enviada ao 32xSP, a Prefeitura Regional de Ermelino Matarazzo informou que está no aguardo da SPTrans para que o serviço aconteça no local. Já a SPTrans informou que, devido à falta de logística, o posto ainda não foi instalado, mas que será reavaliado novamente em outro momento.

"É muito frustrante, pois a cada hora é uma resposta diferente que recebo. São anos de persistência, mudanças de gestão e em todas uma única esperança: a de trazer algo para os moradores", afirma Soares.

 

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

por Danielle Lobato