Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

Reajuste no salário minímo




Reajuste no salário minímo

Na última quinta-feira (28), a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, anunciou o novo Projeto de Lei Orçamentária que foi elaborado pelo governo e prevê um aumento de 8,8% em relação ao no salário mínimo atual, ficando agora no valor de R$ 788,06.

Caso o reajuste não sofra nenhuma alteração entrará em vigor a partir do dia 1 de janeiro.

Podem ocorrer mudanças nesse valor até o ano que vem. O projeto da Lei Orçamentária foi entregue ao presidente do Senado, Renan Calheiros e depois de ser entregue ao Congresso, o projeto vai passar pela análise da Câmara e do Senado que poderão alterar algumas coisas antes da sua aprovação.

reajuste salário minimo

O valor do reajuste do salário mínimo previsto agora no Orçamento para 2015, é maior do que o previsto em abril que constava com o valor de R$ 779,79. O valor é calculado com base no percentual de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a reposição da inflação do ano anterior pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Mas infelizmente essa mudança pode não acontecer tão rápido. A ministra Miriam Belchior pediu ao presidente do Senado uma "análise rápida" da proposta na Casa para tentar a aprovação até o final desse ano, mas como o prazo não precisa ser cumprido obrigatoriamente pelo Congresso Nacional, e ainda que o legislativo se encontra em recesso Branco, por causa do período eleitoral, podemos contar com um prazo um pouco maior para aprovação. Renan Calheiros confirmou que o parlamento deverá votar o Orçamento até o final do ano, mas contamos com recesso durante o período eleitoral.

 

O senador do PMDB declarou após o encontro com a ministra do Planejamento que "será um desafio votar o Orçamento até o final do ano. Disse ainda que 2015 certamente será um ano difícil e é fundamental que tenhamos um orçamento com começo, meio e fim e que seja ainda executável, para poder retomar a confiança no país. Vamos ter que nos organizar para otimizar o período que vai do fim das eleições até o recesso do final do ano. Mas o Orçamento tem que ser entregue, essa é a função do Legislativo", completa o senador.

Então o que nos resta agora é esperar pela aprovação e na esperança de em breve ler a notícia que confirme o reajuste previsto agora, para o começo de 2015.

 

 

Fonte: Movimento pela Moradia da Zona Leste 2.


   DIVULGAÇÃO   http://facebook.com/digitalradiotv  


Nenhum comentário:

Postar um comentário