Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

O que os casais héteros podem aprender com os gays?

Pixabay / Takmeomeo

O que os casais héteros podem aprender com os gays?

O que você pode aprender com o relacionamento de outras pessoas para aplicar no seu? Escritor do livro "Unwrapped: Integrative Therapy with Gay Men … the Gift of Presence" ("Desembrulhado: Terapia Integrativa com Homens Gays.. O Presente da Presença", em tradução livre), o norte-americano Rick Miller revela o que você pode aprender com alguns casais gays para melhorar a relação com seu parceiro.

Pixabay / Takmeomeo

As sugestões foram publicadas no site Psycology Today. Confira:

1. Olhar não é crime. É normal e saudável sentir atração por outra pessoa. Então vá em frente, olhe e aproveite o processo de compartilhar o que aprendeu com seu parceiro. Vocês são seres sexuais distintos e cada um tem sentimentos próprios.

2. Compartilhe suas histórias. Use suas histórias. Compartilhe o detalhe de suas experiências, e inclua fantasias presentes e futuras. Isso pode apimentar sua relação.

3. Viva com independência. Garantir certa autonomia torna o relacionamento com seu companheiro mais agradável.

4. "Isso não conta como sexo, a não ser que você vá até o fim." Essa visão sugere que tocar, beijar e até experiências com masturbação não são realmente sexuais. Para muitas pessoas gays, tais experiências abrangem boa parte de seu repertório sexual e são profundamente gratificantes. Explore seu parceiro e pratique sexo sem penetração. A expressão sexual tem maravilhosas nuances.

5. Liberte-se de papéis que foram convencionados. Os benefícios incluem a tomada de decisão conjunta e a experiência compartilhada de enfrentar desafios e desfrutar as realizações juntos.

6. Para quem tem filhos, tire pelo menos uma noite para você e seu parceiro. Contrate uma babá ou recorra a um amigo ou membro da família para você poder curtir mais seu companheiro.

7. Sexo rápido é bom. Espontâneo, engraçado, inesperado e fora da cama tradicional. É quente!

8. O casamento não é a chave. A luta pelo casamento gay continua, mas em muitos estados ele ainda não é reconhecido. Lembre-se que a estabilidade de qualquer relacionamento vem do compromisso. Autenticidade e desejo oferecem o melhor tipo de satisfação que qualquer casal pode ter. Seja você casado ou não.

Via Psycology Today


  http://facebook.com/digitalradiotv


Nenhum comentário:

Postar um comentário