Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

LANÇAMENTO DA FRENTE PARLAMENTAR REÚNE ENTIDADES E PARLAMENTARES E RESSALTA NECESSIDADE DE UMA AUDITORIA DA DÍVIDA PÚBLICA.



Mais de 200 pessoas compareceram ao lançamento da Frente Parlamentar Mista pela Auditoria da Dívida Pública com Participação Popular, nesta terça-feira (09/08/16), na Câmara dos Deputados.
A coordenadora nacional da Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lucia Fattorelli destacou que a criação da Frente só foi possível graças às milhares de pessoas que abraçaram a causa e batalharam para levar o tema ao foco dos debates. Ela explicou como a dívida abrange e afeta os vários setores e áreas que vem sofrendo constantes ataques e cortes.
Ainda no início do evento, Fattorelli colocou para aprovação o estatuto e a logomarca da Frente Parlamentar, que irá contar com uma composição pluripartidária, encabeçada pelo deputado Edmilson Rodrigues (PA) no âmbito da Câmara dos Deputados e pelo senador João Capiberibe (AP) no Senado Federal.
Em seu discurso, o deputado Edmilson Rodrigues criticou os sucessivos governos que se negam a dar informações claras sobre o endividamento público e ressaltou a necessidade de dedicação aos estudos sobre a dívida, para que a Frente alcance os resultados esperados. "Todos que pensam a dívida são bem-vindos para somar nesse debate", afirmou.
O senador João Capiberibe explicou que os brasileiros trabalham 5 meses por ano para pagarem impostos e desse valor, 2 meses e meio são para pagar a dívida. "Temos que convencer o povo sobre a importância da dívida", destacou.

COMPROMISSO

As deputadas Luiza Erundina (SP) e Jandira Feghali (RJ) pré-candidatas as prefeituras de São Paulo e Rio de Janeiro respectivamente se comprometeram em auditar a dívida dos municípios caso cheguem à Prefeitura. Ambas afirmaram que o tema já se encontra em seus programas de governo.

A DÍVIDA PÚBLICA E A CRISE

Vários dos 25 deputados que prestigiaram o lançamento criticaram as atuais políticas do governo interino, que promovem ajustes e cortes para garantir o pagamento da dívida pública.
O deputado Ivan Valente lembrou que já existe um material levantado durante a CPI da Dívida, que investigou as manobras fiscais e econômicas realizadas por diferentes governos, mas que nunca foi levado em conta.
Os deputados Adelmo Leão, Enio Verri, Luiz Couto, Glauber Braga, Ronaldo Lessa, Maria do Rosário e Érika Kokay lembraram que o lançamento da Frente surge em um momento de bastante preocupação nacional, onde o PLP 257 encontra-se prestes a ser aprovado e Comissão de Constituição e Justiça admitiu a constitucionalidade da PEC 241.
A deputada Maria do Rosário (RS) sugeriu que a população peça e cobre a auditoria da dívida pública e que essa passe a ser agora a bandeira de todos os brasileiros. "Só com a luta vamos derrotar essa grande hipocrisia".

PARTICIPAÇÃO

Cerca de 25 parlamentares de vários partidos e mais de 70 entidades confirmaram presença no lançamento da Frente Parlamentar pela Auditoria da Dívida Pública com Participação Popular.
Lembrando que os nove grupos de trabalho já foram definidos e os interessados deverão procurar a Auditoria Cidadã da Dívida, no site ou pelo e-mail: auditoriacidada@gmail.com

Por Dimitri Auadi

Nenhum comentário:

Postar um comentário