Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

Campanha Conte até 10 nas Escolas incentiva o diálogo e a tolerância

Com o objetivo de criar uma cultura de paz entre adolescentes e jovens, o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) lança nesta quarta-feira (21), às 8h, a campanha Conte até 10 nas Escolas. O lançamento ocorre durante o curso “Práticas Restaurativas nas Escolas – Diálogos e Mediação de Conflitos”, que terá a participação de professores e gestores de escolas públicas de Fortaleza, Barbalha, Horizonte e Maracanaú. O curso se realiza até quinta-feira (22), no hotel Oásis Atlântico Imperial (Av. Beira Mar, nº 2.500 – Meireles), em Fortaleza, sendo ministrado pelo promotor de Justiça e membro auxiliar na Comissão da Infância e Juventude do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Antônio Carlos Ozorio Nunes.

A promotora de Justiça de Defesa da Educação, Elizabeth Maria Almeida de Oliveira, à frente da iniciativa, diz que a campanha nas escolas é uma versão voltada para estudantes do ensino médio da campanha Conte Até 10, lançada ano passado pelo CNPM. Como expressa o material de divulgação  "a campanha Conte até 10 nas Escolas visa reduzir a violência na sociedade e prevenir homicídios cometidos por impulso, que ocorrem em situações como brigas em bares, discussões no trânsito ou entre vizinhos. O alvo são os crimes que acontecem em função da banalização da violência, da falta de tolerância, da ação impensada no momento da raiva. Daí a proposta de contar até dez e manter o controle.”
 
Já a finalidade do curso tem sintonia com a campanha. Ao trazer o promotor Antônio Carlos Ozorio Nunes, o MP do Ceará quer sensibilizar os profissionais da educação e levar a eles os conceitos básicos sobre a utilização das práticas restaurativas nas escolas (diálogo e círculos restaurativos), mediação escolar e mediação de pares. A proposta é ainda incluir vivências em grupo que possibilitem aos professores a aplicação desses recursos em suas escolas.

Ao sensibilizar professores e gestores da área de educação, a ideia é fazer o público estudantil ser tocado pela campanha, tornando-se multiplicador da Cultura de Paz. “A atitude é contar até dez antes de reagir e deixar a raiva passar, trocando-se a violência pela tolerância. A convivência no ambiente escolar, às vezes, gera conflito e estresse. Mas diante dessas situações, valente mesmo é quem não briga”, reforça a promotora. Ela diz que o evento desta semana tem o apoio da Secretaria da Educação do Estado, através do Programa Geração da Paz.
 

Saiba mais: www.cnmp.mp.br/conteate10

Contato: Elizabeth de Oliveira, promotor de Justiça – (3265 1136)

Com informações da assessoria de imprensa do MPCE

Fonte

Última atualização: 19/05/2014 às 19:04:44

DIVULGAÇÃO

http://digitalradiotv.blogspot.com.br