Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

Internet 10 vezes mais rápida quer substituir TCP/IP



Tecnologia que promete internet 10x mais rápida quer substituir TCP/IP

Por Redação Olhar Digital - em 25/07/2014 às 17h10


O protocolo TCP/IP merece respeito, já que levou a internet nas costas desde sua criação até hoje. No entanto, cientistas das Universidade de Aalborg, do MIT e da Caltech desenvolvem uma maneira de driblar suas limitações, que poderia multiplicar por 10 vezes a velocidade de transmissão de dados, com uma tecnologia chamada “network coding”, ou codificação de rede. A novidade poderia ser uma chave para a criação das redes 5G futuramente.

O problema com o bom e velho TCP/IP, segundo os pesquisadores, é que ele pode ser bastante ineficiente e, às vezes, inseguros, abrindo espaço para espionagem e roubo de informações. Atualmente, os nós da rede recebem os pacotes de dados e os reencaminham exatamente como foram recebidos e na ordem de chegada. Já com a nova tecnologia, os nós seriam capazes de redirecionar e recodificar os pacotes conforme necessário, evitando também a interceptação das informações.

O professor Frank Fitzek, da Universidade de Aalborg, relata que os experimentos até o momento tiveram sucesso, obtendo velocidades entre 5 a 10 vezes maiores do que o comum. Nos testes, um vídeo de quatro minutos foi baixado cinco vezes nesta rede sem interrupções.

O pesquisador diz que a tecnologia poderia ser aplicada em comunicação com satélites, internet móvel ou simplesmente a internet comum com computadores.

Os nós inteligentes podem receber os pacotes em qualquer ordem para transmissão dos dados, o que não é possível no TCP/IP. Assim, além de melhorar a velocidade de transferência, a interceptação fica mais complexa já que os pacotes viajam quase de forma aleatória, ficando difícil remontar a informação no meio do caminho.

Via BGR e Gizmag
  DIVULGAÇÃO    http;//digitalradiotv.blogspot.com