Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

Em assembleia, professores municipais de São Paulo decidem manter greve




Elaine Patricia Cruz
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – Reunidos na tarde de hoje (14) em assembleia, em frente à sede da prefeitura, os professores da rede municipal de São Paulo decidiram manter a greve, iniciada no dia 3 de maio. Uma nova assembleia foi marcada para a próxima sexta-feira (17), a partir das 14h, no mesmo local.

Os professores reivindicam 6,55% de reajuste retroativo a 2011, 4,61% de reajuste retroativo a 2012 e 5,6% de reajuste para este ano. Segundo o sindicato, a Secretaria Municipal de Educação propôs um reajuste de 0,82% retroativo a novembro, o que foi recusado pela categoria.

Em nota divulgada hoje (14), a secretaria informou que mantém seu compromisso de “diálogo permanente com os educadores, com a sua efetiva valorização e com a educação de boa qualidade como um direito de todos”.

Amanhã (15) à tarde está prevista uma reunião entre a secretaria e representantes dos grevistas, informou o Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem), por meio da assessoria de imprensa.

 

Edição: Aécio Amado