Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

Ruy propõe criação da Frente Parlamentar de Combate ao Câncer



Com o objetivo de debater e acompanhar a política oficial de prevenção e tratamento do câncer será criada na Câmara Federal, a Frente Parlamentar de Combate ao Câncer. A iniciativa é do deputado federal paraibano, Ruy Carneiro (PSDB). A proposta já ganhou a adesão de vários deputados federais.

A Frente Parlamentar tem, entre outros objetivos, a promoção de debates, simpósio, seminários e outros eventos pertinentes ao exame da política de saúde no combate ao câncer. Além de propor o aperfeiçoamento da legislação em especial às políticas de combate ao câncer e a importância da articulação intersetorial, sobretudo junto à política pública de assistência social, influindo no processo das comissões temáticas da Câmara e do Senado Federal.

-Temos que aperfeiçoar os mecanismos de auxílio da União para com as instituições de tratamento do câncer como o Napoleão Lareano e a FAP, por exemplo, que enfrentam burocracia na liberação das emendas parlamentares, justificou Ruy.

Segundo ele, no Brasil existem dezenas de instituições que realizam trabalho de excelência no diagnóstico e tratamento do câncer, mas que sofrem sem o auxilio do poder público. “Vamos mudar essa realidade. Vamos unir força política no Congresso Nacional para que a nossa voz chegue com força no Planalto”, antecipou.

Além dessas iniciativas, Ruy Carneiro apontou a necessidade de acompanhar e incentivar o desenvolvimento técnico e científico no combate ao câncer. Ele disse que vai propor a criação de frentes de combate ao câncer nas Assembleias Legislativas, na Câmara Distrital e nas Câmaras Municipais. “É uma forma de engajar a sociedade em torno de um tema tão sensível, mas que afeta mesmo que indiretamente toda a população brasileira”, finalizou.

Assessoria

Fonte: PB Agora



Nenhum comentário:

Postar um comentário