Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

Festa Literária de Porto Alegre homenageia o escritor Cristovão Tezza na edição 2013



Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - Começa hoje (10) à noite, em Porto Alegre (RS), a sexta edição da Festa Literária de Porto Alegre (FestiPoa Literária), que se estenderá por dez dias para  divulgar obras de autores de língua portuguesa e espanhola. O homenageado da FestiPoa 2013 é o ficcionista Cristovão Tezza. Seu romance Bravo! venceu em 2008 os prêmios Jabuti e Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa.

“A intenção, quanto mais o evento estiver estruturado, é conseguir trazer autores de outros países e colocar em contato com a literatura e o público brasileiros”, disse à Agência Brasil o idealizador da FestiPoa e curador do projeto, Fernando Ramos. O acesso  à festa é gratuito e sua programação pode ser obtida no endereço www.festipoaliteraria.com.

Considerado um dos principais eventos culturais de Porto Alegre, o evento deste ano é patrocinado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Na edição de 2013, a FestiPoa  introduz o concurso Contista Estreante, criado para incentivar a produção de um escritor estreante, sem nenhum livro publicado. Este ano, o gênero literário escolhido foi o conto. Na próxima edição, será poesia, seguindo-se depois literatura infantojuvenil. O regulamento está no site da FestiPoa.

Durante a  FestiPoa, cerca de 60 escritores e artistas estarão se apresentando ao público em palestras, oficinas e painéis.  Fernando Ramos destacou que, a exemplo das demais festas de literatura organizadas no país, a festa gaúcha  visa a promover uma aproximação maior entre autores e leitores. “E tornar a literatura um pouco mais informal, menos solene”.

De acordo com Ramos, o evento também possibilita o acesso mais rápido à literatura pelos cidadãos comuns, que não têm ainda o hábito de leitura ou não conhecem tão profundamente a produção literária contemporânea.

Considerada a precursora  de todos os eventos literários do país, a Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) também é apoiada pelo BNDES. A 11ª edição da Flip está agendada para o período de 3 a 7 de julho. O homenageado deste ano será o escritor, jornalista e político Graciliano Ramos. 

Edição: Davi Oliveira



Nenhum comentário:

Postar um comentário